Votos Nupciais: Modelo de Ministração Para Casamentos

  • Sumo

Modelo  de ministração dos votos nupciais.

Para iniciar o momento dos votos nupciais os noivos estarão juntos, de pé, diante do ministro, o noivo á direita da noiva.

Dirigindo-se a igreja o ministro dirá:

“Estamos reunidos na presença de Deus e destas testemunhas para solenizar diante do Todo-poderoso o casamento deste homem e desta mulher”.

“A Palavra de Deus expressa que o casamento deve ser  ‘digno de honra entre todos’ (hebreus 13.4).  Aqueles que se casam decidiram aceitar este estado honroso.”

“ O Casamento deve ser contraído com reverencia e no temor de Deus, considerando-se os fins para os quais ele foi ordenado, isto é, o apoio e o consolo que os esposos devem proporcionar um ao outro enquanto viverem.”

Oração:

“Nosso Pai e Deus, nenhum dos nossos prazeres será perfeito se tu não o tornares completo. Faltará algo sublime em nossas horas mais felizes se tu não nos acompanhares com tua benção. Suplicamos-te, pois, que assim como o Senhor Jesus Cristo Esteve presente nas bodas de Caná da Galiléia, assim também nós possamos desfrutar do gozo de tua divina presença agora, durante esta cerimônia.

Pedimos que a benção de tua presença seja ma realidade na vida deste homem e desta mulher, que vão fazer um juramento solene diante de ti e destas testemunhas, de modo que a lembrança desta hora santa os fortaleça e os molde a todas as provas e mudanças que o futuro lhes trouxer. Que a plenitude de tua presença seja realidae em todas as situações, ó Senhor,  e manifesta a tua sabedoria, o teu amor e a tua direção neste casamento. Amem.”

Dirigindo-se aos Noivos , o Ministro dirá:

“Vocês vieram a mim, ministro de Cristo, para serem unidos diante de Deus, pelos santos laços do matrimônio. Isto representa um passo sério e solene, onde um assume perante o  outro o compromisso de enfrentar as circunstâncias que se lhes apresentarem, sejam elas de riqueza ou de pobreza, de alegria ou de tristeza, de Saúde ou de enfermidade, e compartilharem tudo o que a vida dá e tudo  o que ela tira, mantendo a fidelidade um para com o  outro, como esposo e esposa, conforme o que foi ordenado por Deus, até  que a morte os separe.

Ouçam, pois a Palavra de Deus, escrita para a instrução de vocês, e para que vocês tenham luz em seu caminho”.

O ministro ou seu ajudante lerá as seguintes passagens bíblicas:

[Efésios 5.25-33; 1 Pedro 3.7; Efésios 5.22-24 e 1Pedro 3.1] devem ser lidas nessa ordem colocadas nesse colchete.

VOTOS NUPCIAIS:

Dirigindo-se ao noivo, o ministro perguntará:

Fulano de tal (nome do Noivo), você promete, diante de Deus e destas testemunhas, receber Beltrana de tal (nome da noiva), como sua legítima esposa para viver com ela conforme o que foi ordenado por Deus, na santa instituição do casamento? Promete amá-la, honrá-la, consolá-la e protegê-la na enfermidade ou na saúde, na prosperidade ou na adversidade, e manter-se fiel a ela enquanto os dois viverem?”.

O noivo responderá: “Sim Prometo.”

Dirigindo-se a Noiva, o ministro perguntará:

Beltrana de tal (nome do Noiva), você promete,  diante de Deus e destas testemunhas, receber Fulano de tal (nome da noivo), como seu legítimo esposo para viver com ele conforme o que foi ordenado por Deus, na santa instituição do casamento? Promete amá-lo, honrá-lo, respeitá-lo, ajudá-lo e cuidar dele  na enfermidade ou na saúde, na prosperidade ou na adversidade, e manter-se fiel a ele enquanto os dois viverem?”.

A  noiva responderá: “Sim Prometo.”

Entrega das alianças.

No caso da cerimônia incluir entrega de alianças, o ministro dirá ao noivo:

“Fulano de Tal (nome do noivo), que penhor você dará a Beltrana de Tal (nome da noiva) como testemunho de suas promessas?”  O noivo responde “ALIANÇAS”

(Se o cerimonial optou por entrada das alianças, esse é o momento. Nesse modelo de entrada as alianças devem vir separadas. Ou seja a do noivo ser entregue a ele e a da noiva entregue a ela ).

O noivo porá a aliança sobre a Bíblia do ministro, e o ministro segurando as aliança, dirá ao noivo que repita as seguintes palavras:

“Usando esta aliança como símbolo de nossa união, eu me caso contigo, unindo a ti o meu coração e a minha vida, e tornando-te participante de todos os meus bens.”

Entregando a aliança ao noivo para ele a colocar no dedo anular da noiva, o ministro dirá ao noivo: “Que esta aliança seja o símbolo puro e imutável do seu amor.”

A noiva porá a aliança sobre a Bíblia do ministro, e o ministro segurando a aliança, pedirá a noiva  que repita as seguintes palavras:

“Usando esta aliança como símbolo de nossa união, eu me caso contigo, unindo a ti o meu coração e a minha vida, e tornando-te participante de todos os meus bens.”

Entregando a aliança a noiva para ela   colocar no dedo anular do noivo, o ministro dirá a noiva: “Que esta aliança seja o símbolo puro e imutável do seu amor.”

Oração:

O Ministro pedira aos noivos que se ajoelhem, caso ache conveniente pode deixá-los de pé e pedirá aos noivos que se segurem a mão um do outro.

O ministro colocará a mão direita sobre as mãos unidas dos noivos e orará, fazendo a Deus os seguintes pedidos:

Deus eterno, Criador e consolador do gênero humano, doador de toda a graça espiritual e autor da vida eterna: Abençoa este homem e esta mulher, a quem abençoamos em Teu vivam sempre em paz e em amor, conforme teus santos mandamentos, e conduzindo o lar e a vida deles de acordo com tua Santa Palavra, através de nosso Senhor Jesus Cristo.

Rogamos-te, ó Deus Todo-poderoso, que continues a ser Salvador e guia de suas almas imortais, para que, mediante a redenção de nosso Senhor Jesus Cristo, alcancem a glória eterna. Amem”.

Pronunciamento Final dos votos nupciais:

Dirigindo-se a igreja o ministro dirá:

Visto que Fulano de Tal e Beltrana de Tal consentiram ambos em ingressar no estado de matrimônio, diante de Deus e destas testemunhas, havendo ambos dado e empenhado sua fé e palavra um ao outro, o que manifestaram pela união das mãos, eu os declaro marido e mulher , casados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém”.

“Aqueles aos quais Deus uniu, nenhum homem os separe.”

Benção Pastoral Sobre os Nubentes:

O ministro Colocará a mão direita sobre as mãos dos noivos e dirá:

“Que  Deus Todo poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo vos abençoe, vos guarde e vos mantenhais firmes.  Que o Senhor, em sua misericórdia , volte para vós seus olhos e de harmonia e vitória, e de tal maneira vos encha  de sua graça e bênçãos espirituais, que possais viver neste mundo em seu santo temor, e no mundo vindouro possais gozar da vida celestial e eterna. Amem.”

Final:

Benção pastoral sobre a vida de todos os presentes e saída dos Nubentes.

Adaptado do Manual do Ministro por pastor Silvano da Silva Reis.

Estaremos postando outros modelos de ministração de votos nupciais consulte sempre nossas atualizações.

leia Também nosso artigo sobre Termo de Casamento

 

 

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

TREINAMENTO GRATUITO. 

SEMANA DO APRENDENDO A ESTUDAR A BÍBLIA

 

pastorsilvano

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

Website: http://www.escolaparapregadores.com

3 Comentários

  1. Sergio Nunes

    Parabéns. Muito rico o conteúdo.

  2. Sue

    Thanks for finally writing about > Modelo de Ministração
    dos Votos Núpciais | Escola Para Pregadores < Loved it!

  3. Pingback: CERIMÔNIA DE CASAMENTO RELIGIOSO PARA EFEITOS CÍVIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *