Serie Capelania – Visita aos Hospitalizados

  • SumoMe

Serie-capelania-visita-aos-hospitalizados

O Serviço de Capelania tem andando em alta no Brasil. A capelania é uma assistência religiosa e social prestada a alguns segmentos da sociedade, como por exemplo: Hospitais, Presídios, Escolas, Asilos  etc. A finalidade é a de  levar uma palavra de conforto espiritual e a pratica desse tipo de assistência tem crescido muito no brasil, devido as ações praticadas, principalmente pelos evangélicos.

Nesta serie intitulada Capelania queremos trazer alguma dicas de como proceder e se comportar em visitas a esse lugares comumente escolhidos pelos evangélicos para realizarem suas visitas de assistência espiritual. Existem hoje bons cursos de Capelania e meu conselho é que faça um , caso goste de exercer esse ministério.

Visita a Hospitalizados é nosso primeiro Post da Série capelania.

Daremos a seguir dicas básicas de como se comportar em uma visita a um doente hospitalizado.

  1. O primeiro passo antes de entrar no quarto do paciente é lavar muito bem as mãos. Retire todos os adornos, como anéis, aliança, relógio e pulseiras, antes de higienizá-las. Geralmente, os hospitais também contam com dispenser de álcool em gel para esterilizar as mãos depois de limpá-las
  2. Não toque nos equipamentos hospitalares, medicamentos e outros dispositivos usados pelos pacientes
  3. Não sente na cama do paciente, nem coloque bolsas e sacolas sobre o leito
  4. Não é recomendado que o visitante utilize o banheiro do quarto do paciente. Se precisar, use o sanitário próprio para os visitantes, localizado em geral nos corredores do hospital
  5. Crianças muito pequenas e idosos geralmente têm imunidade mais baixa. Portanto, a ida destes visitantes ao ambiente hospitalar só é recomendada se o paciente for alguém muito próximo, especialmente se o doente for oncológico ou tenha acabado de sair da UTI
  6. Respeite sempre o horário de visita. “A duração [do encontro] depende da intimidade com o paciente e do momento que ele está passando. Se não for tão íntimo da pessoa, faça uma visita mais rápida”, aconselha Nathália Lopes, coordenadora de hospitalidade do hospital Sírio-Libanês
  7. Antes da visita, é de bom tom avisar o acompanhante e checar com ele o horário mais conveniente. Lembre que o paciente pode ter acabado de sair de um exame exaustivo ou de um procedimento doloroso e pode estar precisando repousar
  8. Se for acompanhante do paciente, não se sinta acanhado em restringir o número de visitas, caso ele tenha acabado de sair da UTI ou esteja com a imunidade muito baixa. Diga delicadamente que agradece a atenção, mas, no momento, o paciente está com limitações para receber muitas pessoas no quarto
  9. Se a visita for motivada pela chegada de um bebê, o ideal é que apenas familiares e amigos mais próximos vão à maternidade até que ela complete o primeiro ciclo de vacinas. Se não for o caso, aguarde a mãe e o bebê chegarem em casa para conhecer o novo membro da família
  10. Jamais leve comida ao paciente, pois ele pode ter alguma restrição nutricional. “Além disso, como desconhecemos a origem do alimento, como foi armazenado, como foi preparado, é melhor evitar. Ele pode desencadear uma infecção gastrointestinal no paciente”, diz a enfermeira Priscila Fernanda da Silva, do HCor
  11. Evite usar perfumes durante a visita. Eles podem provocar alergias ou enjoo ao paciente
  12. Presentear o doente é um gesto delicado. Mas preste atenção ao que irá levar. Livros, DVDs de filmes e musicais, artigos religiosos e peças de artesanato podem ser boas opções
  13. Flores também podem ser levadas, mas desde que fiquem do lado de fora do quarto, para evitar risco de transmissão de doenças, principalmente a pacientes oncológicos e mais debilitados
  14. Não ore sem a autorização do paciente ou do acompanhante,
  15. Não faça oração demorada e tampouco gritada.

Exercitar a capelania hospitalar não é difícil desde que fiquemos atentos a essas pequenas, mais importantes regras ou dicas. Nos hospitais, os diretores estão procurando constantemente modos para promover ótimos serviços aos seus pacientes mas esbarram muitas vezes em dificuldades financeiras. Os capelães respondem a estas preocupações de modo sem igual, enquanto fornecem esse serviço de assistência espiritual de forma gratuita.

E você já pensou em exercer essa atividade mais não sabe como começar? Que tal se inscrever em um curso agora e dar inicio a esse ministério que é para poucos.

Gostou das dicas deixadas acima? compartilhe e deixe seu comentário.

Quer Aprender a pregar como Jesus Pregava?  

pastorsilvano

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

Website: http://www.escolaparapregadores.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *