Postura do Pregador no Púlpito e na Rua

  • Sumo

A postura do pregador no púlpito e na rua deve ser idêntica. Nisso quero dizer que a vida privada e a vida pública de um pregador devem andar em perfeita harmonia.Veja o Vídeo

 

Continue lendo.

Um pregador deve manter tanto no púlpito quanto na rua um comportamento exemplar.

Em Lições a Meus Alunos, Charles Spurgeon sugere aos ministros a labutarem a fim de que o caráter pessoal se harmonize, sob todos os aspectos, com o ministério que Deus lhes confiou.

Para ilustrar isso conta a história de uma pessoa que pregava tão bem e vivia tão mal, que quando estava no púlpito, todos diziam que nunca deveria sair dali; e quando não estava no púlpito, todos diziam que nunca deveria voltar a subir nele.

Depois, Spurgeon desafiava-os com esta analogia: “Que nunca sejamos sacerdotes de Deus no altar e filhos de Belial fora das portas do tabemáculo”.

Púlpito e Rua, Pregação  e Vida; conjunto de termos que não se separa na vida de um pregador.

Lembrem-se os ouvintes estão atentos não somente as palavras pronunciadas no púlpito, mas principalmente ao modo de viver fora dele.

Jilton Moraes (2008) diz que “o pregador que vive o que prega e prega o que vive recebe a benção de, sem se autopromover, ilustrar o sermão com a própria vida […]. Assim, o modo de nos comportamos no púlpito deve ser coerente com o nosso dia a dia.”.

O modo mais rápido de acabar com o ministério de um pregador é a igreja perceber que a sua postura no púlpito  não corresponde à sua imagem na rua.

O Senhor Jesus Cristo, como Cabeça da Igreja, reservou a si o encargo de chamar seus ministros e qualificá-los a pregar o Evangelho.

Por conseguinte, Ele expôs, nas Santas Escrituras, diretrizes claramente estabelecidas que governam a conduta pública e privada dos líderes ministeriais e leigos da igreja.

É, portanto das Escrituras que será extraídos alguns pontos que podem servir de exemplos de qualificações bíblicas para a postura do pregador tanto no púlpito  quanto  na rua.

E ao olhar para Bíblia Sagrada em Primeira Timóteo 3.1,2 , o Apostolo Paulo fala da importância de um pregador ou líder ter uma vida Irrepreensível.

A excelência do ministério  da pregação  depende de um caráter que corresponda . Os ministros do evangelho precisam , portanto, ter uma vida interior que seja digna de sua função e que  esteja em harmonia com sua vida exterior. Dessa forma a primeira qualificação de um pregador  é ter uma vida “irrepreensível” (1 Tm 3.2).

Ser irrepreensível significa que o pregador não dá  motivos para suspeitas de imoralidades ou atitudes questionáveis.

Ser irrepreensível significa não ter nada em sua vida que Satanás, ou qualquer outra pessoa, possa  usar  para acusa-lo ou censurá-lo. Pois todos se sentiriam chocados se ouvissem algo contrario ao seu caráter.

Ser irrepreensível é viver uma vida “como convém a santos” (Ef 5.3), não permitindo que os pecados do mundo estejam estampados em sua cara e em seu ministério. Como escreveu Don Stamps  apud  Bridges: “O caráter provado daqueles que buscam a liderança na igreja é mais importante do que a personalidade, o talento para pregar, a capacidade administrativa ou as realizações acadêmicas. O ponto central das qualificações incide no comportamento que tem perseverado na sabedoria piedosa e nas escolhas certas [santidade pessoal]”(James k. Bridges, O pastor Pentecostal, p.111.)

  1. Postura do Pregador -Ter um casamento e Uma família de acordo com padrões Bíblicos.

Estamos vivendo dias difíceis para a família que atacada de todos os lados precisa se resguardar. Quando Paulo faz a recomendação aos lideres para que sejam “esposo de uma só mulher” era em virtude do baixo nível moral e dos ataques desenfreados do império romano a instituição do casamento, o que ao olharmos para os dias de hoje parece não ter mudado em nada, pelo contrario piorou.

O pregador do Evangelho deve observar tanto no púlpito quanto na sua vida privada os padrões bíblicos para seu casamento procurando administrar bem o lar, dando a sua família o cuidado, as orientações e o respeito que a família necessita e espera de si. Não é tarefa fácil criar uma família nos moldes bíblicos, mas com a ajuda do Espirito Santo e tendo as escrituras como fundamento, o pregador pode  conduzir sua casa e casamento á  luz da Palavra e de maneira nenhuma se deixar influenciar pelos modismos e costumes da sociedade que se degenera a passos largos.

3. Postura do Pregador – Manter conduta virtuosa

Conduta vem do latim conducta e é uma manifestação do comportamento do indivíduo. É, de acordo com o dicionário Melhoramentos (1997, p. 30), procedimento moral (bom ou mau).

O dicionário Michaelis (2010) a define como Condução. Reunião de pessoas que são conduzidas para algum lugar por ordem superior. Procedimento moral; comportamento.

Já o Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa (2008, p. 141), diz que conduta é ato de conduzir; conjunto de pessoas conduzidas para algum lugar; procedimento; comportamento.

Um pregador precisa mostrar diversos procedimentos morais e comportamentais  positivos tais como:  

Ser vigilante, ser cauteloso e estar sempre alerta.

Ser tranquilo, evitando  perder a calma  em situações difíceis e  buscar  sabedoria em Deus para tomar decisões sensatas  como uma pessoa equilibrada.

Deve  ainda ser sóbrio, o que quer dizer ser discreto, prudente, sério, solene acerca do trabalho dos outros.

Precisa saber guardar segredos, resguardando a privacidade das pessoas quer sejam ou não membros da igreja onde ministra.

Sua conduta, deve ser ainda a de um homem honesto e responsável em sua vida financeira, pagando em dia todos seus compromissos, não procurando benesses ou privilégios por ser pregador; ofertando generosamente para boas causas e adotando um estilo cristão de vida, pautado pela simplicidade e amor.    

  1. Postura dos Pregador – Trajar-se adequadamente

A Aparência e o Vestuário do Pregador tanto no púlpito quanto na rua diz muito a seu respeito.

Alguém já disse que “Você é o que você veste” e nossa cultura nos diz para dizermos o que somos pelo que vestimos.

Ligia Marques, consultora de etiqueta e autora do livro sem noção, citada por Elaine (2009) no artigo “Você é o que você veste”, diz que “roupas definem relações sociais. Elas fazem com que sejamos identificados como pertencentes a determinado grupo e faz com que as outras pessoas queiram, ou não, manter um relacionamento conosco”. (Elaine Vieira, 2009)

Talvez você diga “não é justo que o sucesso ou fracasso do meu ministério esteja dependente da maneira como eu me apresento no púlpito ou na rua”.

Mas você há de concordar que  o modo como nos vestimos causa  uma boa ou má impressão nas pessoas a quem ministramos quer seja no ambiente da igreja ou fora dela. 

Vestir-se de maneira a realçar seu ministério é, na verdade, nada mais nada menos que ter bom gosto e uma aparência pessoal que reflita o que as pessoas entendem como aceitável para sua liderança e ministério.

A palavra aqui, portanto, é para ser cuidadoso e precavido para não passar imagens diferentes do que você é quando está vestido para subir ao púlpito e quando está no seu dia a dia informalmente. Lembre-se! A primeira e mais importante mensagem que um pregador entrega a um a audiência é a não verbal. Você deve se vestir de acordo com as expectativas de sua audiência interna e externa.

Mesmo na despreocupada e repreensível cultura moderna, as pessoas esperam que seus ministros se mostrem como tais. Se você se veste bem e forma um conjunto harmonioso, parecerá disciplinado e terá um estilo de vida pessoal bem equilibrado.

De posse dessas qualificações e empenhados em vivencia-las o pregador certamente demonstrará um  zelo e uma postura que é adequada ao púlpito e a rua, isto é, à sua vida publica e privada.

Quero concluir com a palavra de Paulo dita a Timóteo: “Empenha-te em te apresentares diante de Deus como homem digno de aprovação, operário que não tem de que se envergonhar, integro distribuidor da palavra da verdade” (2Tm 2.15, CBC).

Tomemos a Jesus como exemplo sempre, posto que nos trinta e três anos de sua vida terrena viveu de forma digna tanto em público como no privado. Foi a Fidelidade de Jesus nesses dois ambientes que Lhe proporcionou a aprovação do Pai.

Eis uma questão a nos estimular, pois todos nós constantemente estamos nestes dois lugares, no púlpito e na rua e é nestes dois lugares que geralmente Deus nos prova.

Por pastor Silvano da Silva Reis, 30 de Janeiro de 2018.

Referencias Bibliográficas.

BRIDGES, James k .  A Vida Pessoal do Pastor, O pastor Pentecostal, Título do original em inglês: The Pentecostal Pastor Primeira edição em inglês: 1997. Tradução: Luis Aron de Macedo Capa: Flamir Ambrósio, Rio de Janeiro  CPAD,2005.  p.111.

MORAES, Jilton. Homilética, do Púlpito ao Ouvinte, São Paulo: Editora Vida, 2008, p. 367.

SPURGEON, Charles. H. Lições Aos Meus Alunos (Vol. 2) Título original: Lectures To My Students Tradução do original por: Odayr Olivetti Primeira Edição em Português  1980. p.20.

VIEIRA, Elaine. Você é o que você veste. Todo deslize ao se vestir será castigado, 22/11/2009. Disponível >> https://angelitascardua.wordpress.com/2010/01/07/voce-e-o-que-voce-veste-todo-deslize-ao-se-vestir-sera-castigado/<<  acesso dia 30/01/2018.

Dicionários consultados: Michaelis, Melhoramentos e  Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa.

Bíblia Sagrada do Centro Bíblico Católico. Ed. Ave Maria.

Bíblia Sagrada NVI. Bíblia Sagrada ACF e AAC

Gostou desse artigo. Deixe seu comentário.

 

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

TREINAMENTO GRATUITO. 

SEMANA DO APRENDENDO A ESTUDAR A BÍBLIA

 

pastorsilvano

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

Website: http://www.escolaparapregadores.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *