O Que faz o Balão subir não é a cor dele, mas sim …

  • SumoMe

O Que faz o Balão subir não é a cor dele ,mas sim o que esta dentro dele

Sentado junto ao portão do colégio, um menino negro aguardava sua mãe.

Enquanto isso, ele observava atento um vendedor de bolas na praça em frente que, buscando atrair compradores, de vez em quando, soltava uma bola ao ar livre. Ora de cor vermelha, ora amarela e assim por diante.

Intrigado, o garoto atravessou a rua e perguntou ao vendedor: – Moço, a bola de cor preta não sobe não?

Imediatamente, o vendedor tomou uma bola preta e soltou-a como as demais.

Em seguida, lhe disse: – Meu caro jovem, o que faz a bola subir não é a cor, mas o que está dentro dela.

Por uma série de razões, muitos têm se justificado por não subir na vida. Nutrem complexos da cor, falta de escolaridade, de dinheiro, de oportunidade, de profissão, por ser ex-detento, mendigo, gordo, magro, feio, pobre, morador de comunidade, de rua etc.

No fundo, no fundo, tudo isso resume-se numa única palavra: dúvida.

A maldita dúvida impede qualquer um de avançar, independentemente de sua capacidade intelectual ou condição socioeconômica.

Quando se fala em fé, muitos associam isso à vida religiosa, vida de rezas, frequência à igreja e coisas desse tipo.

Ao contrário do que se imagina, a verdadeira fé em Deus nada tem a ver com religião. Ela é a força de Deus que opera no íntimo dos humildes de espírito (bolas) para fazê-los alcançar as maiores alturas.

Ela faz o débil acreditar em si mesmo e abrir a visão espiritual para a realização dos seus sonhos.

Não é à toa que está determinado:

“Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes; e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são…” I Coríntios 1.27-28

Com que objetivo o Senhor Deus tem feito isto? Para mostrar a diferença de vida dos que creem nEle e daqueles que não creem.

Pr. Elias marinho — Mensagem recebida por email através do conselho de Pastores do Brasil. http://conselhodepastorescpb.ning.com/?xg_source=msg_mes_network

 

Quer Aprender a pregar como Jesus Pregava?  

pastorsilvano

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

Website: http://www.escolaparapregadores.com

2 Comentários

  1. Saude Nota Dez

    Olá, bom dia… a paz do Senhor!

    Obrigado pela bela mensagem… gostei, mas tenho uma observação a fazer:

    Achei quase perfeita, até que me deparei com o seguinte trecho:

    “Ao contrário do que se imagina, a verdadeira fé em Deus nada tem a ver com religião. Ela é a força de Deus que opera no íntimo dos humildes de espírito (bolas) para fazê-los alcançar as maiores alturas.Ela faz o débil acreditar em si mesmo e abrir a visão espiritual para a realização dos seus sonhos…”

    Pelo menos para mim, este trecho (em negrito achei mais crítico) exprime que a pessoa pode perfeitamente alcançar o auge de seu sucesso acreditando em Deus particularmente, sem pertencer a religião alguma. Achei bem perigoso o trecho, porque a palavra está abrindo margem para ascender no coração de uma pessoa, que não precisa, por exemplo, de ela frequentar alguma igreja cristã-evangélica para ter um perfeito relacionamento com seu Criador, ela pode orar, ler a bíblia e levar uma vida religiosa sem necessitar de nenhum relacionamento religioso cristão com a grei amado do Senhor. Medite no seguinte versículo: “Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus” (II 3:5). Comecei a lembrar que era exatamente esta a vida que cornélio levava, ele era um homem extremamente reliogioso, entretanto temente a Deus! Segundo a bíblia, Deus mostrou para Cornélio que havia necessidade de uma mudança: Ele precisava deixar a particularidade da vida religiosa e entrar para A VERDADEIRA RELIGIÃO (At 10:1-48). Desculpe, foi só uma observação!

  2. Pingback: A Bíblia e o celular | Escola Para Pregadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *