Lembrai-vos dos Encarcerados…

  • SumoMe

encarcerados“Lembrai-vos dos encarcerados, como se estivésseis aprisionados com eles; e todos aqueles que sofrem maus tratos, como se vós pessoalmente estivésseis sendo maltratados.” Hebreus 13:3.

O autor do livro de Hebreus está nós exortando a viver a verdadeira vida Cristã e viver  o amor fraternal faz parte dessa vida.

Nesse versículo ele nos manda trazer a nossa memoria os encarcerados, aquelas pessoas que estão presas por algum motivo. Interessante é, que o pedido vai mais além, ele sugere que nos coloquemos no lugar dessas pessoas. Você seria capaz de fazer isso? Se colocar no lugar dessas pessoas.

Certamente que muitas pessoas argumentariam: de jeito nenhum, jamais vou me rebaixar a essa condição de preso. Eles estão lá por que merecem. Alguns até seriam mais ousados em dizer: Deveriam era ser mortos para evitar despesas para o estado.

É, tenho certeza que muitos pensam dessa forma, mas não é isso que Jesus espera de mim e de você, ele espera algo mais. Ao ler os evangelhos, em Mateus 25.33 ao 46, nos deparamos com Jesus mostrando, como numa previa, o que nos espera no dia do Juízo final e o que acontecerá com quem despreza a sugestão de “lembrai-vos dos encarcerados…”. Pois ,exatamente no versículo 41 de Mateus temos o destino dos que ignoram o ministério de socorro aos encarcerados: “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;” (Mateus 25:42) – Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; (Mateus 25:43) – Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.

É, amado, é bom pensar a respeito dessa palavra: “Lembrai-vos dos encarcerados, como se estivésseis aprisionados com eles…” Hb.13.2.

“Como se estivésseis aprisionados com eles…” sugere se colocar no lugar do outro, sentir a dor de estar preso, não importa se a prisão é justa ou injusta, sabemos que há casos de pressões injustas, José, Pedro, Paulo e o Próprio Jesus foram presos injustamente. Portanto não cabe a nós o mérito do julgamento de quem está lá, O Senhor está a nos pedir apenas para termos misericórdia deles, nos lembrar deles em nossas orações e visita-los com palavras de vida eterna.

Você já visitou um preso alguma vez na sua vida? Muitos encontram dificuldades por medo e por falta de conhecimento.  O que te impede?

“Porque não somente vos compadecestes dos encarcerados, como também recebestes com alegria o confisco dos vossos próprios bens, pois estáveis convictos de possuirdes bens muito superiores e que duram para sempre.” Hebreus 10.34.

Você gostaria de praticar essa palavra?

A Capelania é um tipo de serviço que tem andando em alta no Brasil e é uma forma de assistência religiosa e social prestada a alguns segmentos da sociedade, como por exemplo: Hospitais, Presídios, Escolas, Asilos  etc. A finalidade é a de  levar uma palavra de conforto espiritual e a pratica desse tipo de assistência tem crescido muito no brasil, devido as ações praticadas, principalmente pelos evangélicos.

 

Quer Aprender a pregar como Jesus Pregava?  

pastorsilvano

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

Website: http://www.escolaparapregadores.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *