Graça ou Desgraça?

Graça ou desgraça?
Graça ou desgraça?

Muitas coisas que nos parecem ser maldições são, na verdade, presentes de Deus,numa embalagem estranha.

Havia uma mulher que amava muito o Senhor e a única coisa que queria era agradar-Lhe. “Farei com alegria o que me pedir, Senhor”, ela prometeu,esperando, no fundo, vir a ter uma posição de serviço nobre e de destaque.

No entanto, para seu assombro, Ele lhe entregou um pesado saco de juta para que carregasse sobre os ombros enquanto andassem juntos no decorrer de sua vida. Ela estava curiosa para saber o que havia no saco, mas estava fechado, amarrado com uma forte corda e com tantos nós complicados que obviamente ainda não era para ser aberto.

Começaram a seguir caminho, e a mulher sucumbiu sob o peso do fardo.

— É pesado demais! — ela protestou.

— A Minha força se aperfeiçoa na sua fraqueza e sempre estarei ao seu lado —Jesus a tranqüilizou. Quando o caminho ficar íngreme ou se sentir cansada, apóie-se em Mim.

Então andaram juntos e aconteceu exatamente como Jesus dissera. Às vezes, a mulher parava e Lhe dizia que a carga era demais para ela, então a carregavam juntos.

Pouco a pouco chegaram ao seu destino. Ela pôs o fardo aos pés de Jesus e suspirou aliviada. Os dias de carregar aquele fardo haviam acabado.

— Venha, Minha querida, vamos ver o que tem dentro do saco — disse Jesus com um brilho nos olhos.

Com um toque da Sua mão, os nós foram desfeitos, o saco se abriu e o seu conteúdo revelado.

— As riquezas do Céu! — exclamou a mulher deliciando-se com a beleza
sobrenatural dos tesouros.

— Esta é a recompensa eterna que lhe preparei. É o Meu presente de gratidão por tudo o que passou e sofreu por Mim — explicou Jesus.

O espanto transformou-se em lágrimas de alegria. A mulher caiu aos pés de Jesus e disse: “Oh! Senhor, perdoe-me! Como interpretei mal todos estes anos. Se eu ao menos tivesse confiado e não duvidado ou questionado! Se tivesse conhecimento do que havia dentro do saco, teria sido um prazer carregá-lo! Eu nunca deveria ter reclamado ou me queixado!”

Igualmente, os problemas que lhe parecem fardos e desagradáveis talvez sejam jóias e tesouros que o Senhor está preparando para você como uma recompensa por ter levado a carga que Ele lhe deu.

Talvez olhe ao redor e pense que os fardos dos outros parecem ser bem mais leves do que o seu e gostaria de trocar de lugar com eles. Mas se Deus lhe concedesse o seu desejo, veria que o fardo deles seria bem mais pesado do que o seu, porque não foi feito para você.

Todos os fardos são feitos sob medida para os seus respectivos carregadores e adequados com todo o amor e carinho. Deus sabe exatamente o que é o melhor para você. Confie nEle.

Leia Também:
A vida é Cheia de adversidades, não é mesmo?
O caso do Biscoito e o arrependimento
Aprendendo com as Formigas

Quer Aprender a pregar como Jesus Pregava?  

pastorsilvano

Bacharel em Teologia, pós-graduando em Docência do Ensino Superior. Membro da Comissão de Ética da Convenção das Igrejas o Brasil Para Cristo -MG. Fundador e Coordenador do Seminário Setevit ( Seminário Teológico). Editor do Escola para Pregadores. Pastor Atuante em Santa Cruz de Minas e Tiradentes - MG

Website: http://www.escolaparapregadores.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *